Central de Atendimento:(SAC)
(71) 3377-3715

Dicas para acasalamento de cães

Machos sem experiência, criados longe de outros cães, têm mais dificuldade para a penetração, com sucesso em apenas 24% dos coitos. Os mais experientes chegam a um sucesso de 50 a 60%.

O macho experiente inicia a cópula por trás em 97% das vezes, enquanto o inexperiente só começa por trás em 39% das vezes. Ele tenta pelo lado, pela frente, até achar o lugar certo.

Pode demorar até 29 horas para que alguns machos decidam montar a fêmea ou desistam dela, sem mostrar interesse.

A taxa de rejeição de machos por parte das cadelas no cio varia de 25 a 80%. A maioria das cadelas mais velhas exibe uma certa preferência por determinados machos.

No primeiro cio, geralmente a fêmea se mostra mais tímida em relação aos machos. No entanto, somente 10% das cadelas evitam ativamente os machos ou os atacam.

Teste caseiro. Acaricie a base da cauda da cadela: se ela a puser de lado e expuser a vulva, além de apresentar os demais sinais da proximidade do estro (ver item anterior), a probabilidade de aceitar o macho e de estar no estro é grande. Mas nem todas as cadelas prontas para engravidar levantam a cauda.

Chega o dia. A cadela está pronta para ser coberta entre o 90 e o 140 dia do cio e, se isso acontecer, ela poderá iniciar uma gestação. O certo é fazer acasalamentos a cada 48 horas, nesses seis dias, para garantira fertilização. É a fase chamada estro, na qual a fêmea urina com maior freqüência, lambe mais a vulva, que se apresenta inchada, e sangra menos, produzindo um corrimento mais escuro e líquido, ou nem sangra (desde o início do cio até o nono dia, o sangramento vai diminuindo).

Fila no portão: ferormônios chamam machos a quilômetros de distância. Cheirinhos exalados pela vagina e pela urina da cadela, a partir de até 10 dias antes de ela entrar no dia fértil e que persistem até o cio, são sentidos por cães a grande distância, apesar de as pessoas não os perceberem. Existem relatos de cães encontrados na casa de uma cadela no cio, há mais de oito quilômetros do local onde moravam. O macho atingido parece encantado: distrai-se no momento de guardar a casa ou se comporta indevidamente numa exposição, por exemplo. Se precisar, transpõe cercas ou arrebenta portões. Pode fugir de casa para chegar à fêmea.

Calcinha higiênica Na cadela o sangramento indica o período fértil. Você pode vesti-la com uma calcinha higiênica forrada com absorvente higiênico, à venda nas lojas especializadas, para evitar sujar a casa. Existem vários tamanhos. Mas fique atento: tire a calcinha dela na hora em que ela for fazer xixi.

Vermelho: a cor do cio. No período que antecede o acasalamento, aparece vermelhidão e inchaço na vulva e um líquido avermelhado surge da vagina. Nessa fase, chamada de pró-estro, que dura geralmente de 7 a 10 dias, a fêmea se recusa a acasalar, podendo até ser agressiva com o macho.

A cadela dá banheira. Quando a época de acasalar se aproxima, o comportamento da cadela muda. Ela explora mais o ambiente, procura menos por alimentos, fica ligada em odores de macho e, se houver um por perto, passa a maior parte do tempo próxima a ele chamando a atenção (urina mais e ergue a cauda, mostrando a região da vulva, por exemplo). Até o macho tímido é induzido à corte com esse assédio. A palavra estro (cio) vem do grego oistros, que significa “desejo louco”.